Promoção!

ENTRE A VIDA E O VERSO por DA SILVA JUNIOR

Avaliado como 5.00 de 5, com baseado em 1 avaliação de cliente
(1 avaliação de cliente)

R$42,00 R$39,00

Características

Cover_front_perspective
Número de páginas: 149

Edição: 1(2018)

Formato: A5 148×210

Coloração: Preto e branco

Acabamento: Brochura c/ orelha

Tipo de papel: Offset 75g

Categorias ,

Descrição

PREFÁCIO

 

Como editor, apesar da idade e da experiência, às vezes penso que nada mais me surpreende, nem me encanta; isto no que tange à poesia, pois o que mais tenho visto são repetições, cópias de cópias. Poucos poetas são dignos de um prefácio bem escrito, especialmente com sinceridade e caráter intelectual de outro poeta, acima de tudo sem falsos lisonjeios, e, no meu caso, tenho sempre cuidado para não cometer injustiça. Mas a vida é mesmo esta locomotiva desgovernada, viajando em alta velocidade, por isso nunca poderemos prever em que ponto desta viagem incerta ela irá parar, para desembarcar um forasteiro, neste deserto tão escarço de criatividade e verdadeiro talento.

Livros, assunto para fazê-los não tem fim, e muita dedicação a eles é prejudicial à saúde da mente e dos olhos. Penso, que para se escrever um livro, de qualquer gênero, deve-se buscar alguma forma de originalidade, pois leitores também são poucos os que dão importância aos livros hoje em dia, mesmo sendo bons. Pouco se lê, sobretudo poesia. Por isso fiz questão de apresentar esta obra, Entre a vida e o Verso, do poeta baiano Da silva Junior.

Da silva é um poeta impressionante, sua poesia é um primor em vários sentidos, apesar da idade, lendo este poeta, qualquer leitor experiente ou poeta maduro vai ter grande dificuldade para indicar sua fonte criativa ou arquétipo inspirador, e ainda mais para determinar a idade da voz segura, firme e dissonante que nos fala. Poeta urbano, sim, talvez, em alguns poemas podemos decifrar as imagens por onde o eu lírico passou, a musa urbana que encantou o jovem poeta, a beleza estética, concreta e sensual da Avenida Paulista, por onde o poeta caminhou, dias e noites, em busca de inspiração. Mas pelo teor do trabalho aqui exposto o poeta não transpirou para escrever estas tão belas pérolas de arte, em forma de poesia, pois a meu ver, a poesia flui com toda a serenidade de um rio em noite calma de verão.

 

(…). Meus pés vacilantes passeiam

Pela inquietude da bela paulista

E a arte chama os meus olhos

Com as suas distintas expressões

Para onde aponta a rosa dos ventos

 

Então me encanto

Ao doce canto

De uma faceira moça

Que com seus falsetes e agudos

Apalpa o âmago do meu espírito

Neste dia deveras bonito

Sob um raro céu azul

Como os seus olhos agradecidos

Pela nota que na caixa deixo. (…)

 

 

 

NAUTAS DO RIO ILUSÓRIO

 

(…). No despertar do rio

Ou nas suas horas de sono

Ajunto memórias

Memórias consumo

E a assim conheço a história

Com os seus sins e nãos. (…)

 

Sobre suas paixões, o poeta ama a vida, e sua poesia não poderia deixar de falar sobre fé, crença e metafísica. Aliás, percebi que o poeta ama a noite de uma maneira especial, e em seu poema Noturno, somos obrigados a concordar com sua tese sobre o poder e o efeito que a noite tem sobre o romance, sobre a poesia, e, sobretudo sobre nós, poetas e boêmios românticos e apaixonados pela vida, apesar de sua tão constante fragilidade.

 

(…). Eu amo a noite

Porque o seu negro manto

Polvilhado com a grandeza das estrelas

Cai sobre mim e sorve o meu espírito

Em partículas de eternidade

Que bailam pela imensidão

 

Por ela os mistérios são paridos

E os romances adornados

 

“Não temerás espanto noturno”

                                              Porque o mal não vem da noite                             

Tampouco dos seus espíritos

 

Eu amo a noite

Porque ela aduba as fantasias

E leva-me aos dias dos infindáveis mundos

Do terreno cósmico

Onde outros também a amam. (…)

 

Tenho certeza que este livro falará por si, que sua voz de tenor, firme e afinada, chegará aos bons ouvidos que amam música nova, e que o nosso jovem poeta alcançará novos leitores, tão lúcidos e vorazes como eu, capazes de entender e se maravilhar com esta preciosa gema de poesia.

 

Evan do Carmo, Brasília: 13/04/2018

 

Informação adicional

Peso 250 kg
Dimensões 21 x 14 x 1 cm

1 avaliação para ENTRE A VIDA E O VERSO por DA SILVA JUNIOR

  1. Avaliação 5 de 5

    Tatiane santos

    Simplesmente perfeito

Adicionar uma avaliação

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *